Poemas de Eugénio de Andrade em espetáculo musical

Os poemas de Eugénio de Andrade vão estar em destaque em Évora, no sábado, no espetáculo "Até que um Pássaro me Saia da Garganta" -- Sete Canções, Sete Poemas, juntando em palco dois guitarristas, uma cantora e uma atriz

O concerto é promovido pela Fundação Eugénio de Almeida (FEA), no fórum da instituição, às 21:30, e está integrado na temporada de música Melodea 2012.

Em palco, o jazz de José Peixoto, na guitarra, assim como Luís Roldão, vai fundir-se com a poesia de Eugénio de Andrade, "numa mescla de palavras ditas e cantadas", com interpretação a cargo de Teresa Macedo (voz) e Ana Cloe (atriz).

Com "uma forte composição cénica", o espetáculo nasceu da ideia de sonorizar musicalmente sete poemas de Eugénio de Andrade, autonomizando cada um deles numa "peça de câmara" para duas guitarras clássicas e voz, explicou hoje a FEA.

A iniciativa tem ainda música e direção musical de José Peixoto, dramaturgia de Natália Luiza e direção cénica e desenho de luz de Miguel Seabra.

Este é o quarto espetáculo da Melodea 2012, depois de já terem passado pelo Fórum Eugénio de Almeida a cantora Adriana (janeiro), o compositor e pianista João Paulo Esteves da Silva e Filipa Pais (fevereiro) e o pianista Mário Laginha (março).

De acordo com a programação, o ciclo musical integra ainda um quinto e último espetáculo, a 04 de maio, com o Eva Cortés Quartet, apontado como "a grande revelação do panorama jazzístico espanhol".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG