Outono em Jazz entre 10 e 22 de outubro

A Casa da Música, no Porto, anunciou o segundo ciclo Outono em Jazz, a decorrer entre 10 e 22 de outubro, que vai contar com nomes como Nicola Conte, Ester Rada, Jaques Morelenbaum e Ed Motta.

O ciclo inicia-se no dia 10 de outubro com o Nicola Conte Jazz Combo, que apresenta o álbum "Free Souls", lançado em maio, acompanhado "pela voz 'soul' de Melanie Charles, pelo premiado saxofonista sueco Magnus Lindgren e por uma talentosa secção rítmica italiana", segundo comunicado da instituição.

Dia 15 a programação prossegue com Anthony Joseph & The Spasm Band e com Funky Bones Factory, "um grupo de operários que não se intimida com as tarefas mais pesadas, nomeadamente a de levar uma contagiante onda de 'groove' metalúrgico ao encontro das suas audiências".

Por seu lado, o Lisbon Underground Music Ensemble (L.U.M.E.), projeto original que "conta com a direção e as composições de Marco Barroso", sobe ao palco da sala 2 da Casa da Música no dia 17.

Dois dias depois, o mesmo espaço recebe a israelita de origem etíope Ester Rada, naquilo que é descrito como um "cruzamento entre o revivalismo 'soul' e R&B, o 'ethio-jazz' da Etiópia e o cosmopolitismo israelita", com influências de Nina Simone, Erykah Badu e Stevie Wonder.

O Outono em Jazz vai encerrar no dia 22 de outubro com os brasileiros Jaques Morelenbuam Cello Samba Trio e Ed Motta Quartet.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.