Os 30 anos de carreira de Rui Veloso vistos pelo canal BIO

Rui Veloso, conhecido como o "pai do rock português", foi escolhido pelo canal temático BIO para ser a próxima personalidade a homenagear com um documentário biográfico que será apresentado no dia 8 de Abril.

"A escolha de Rui Veloso está relacionada não só com o facto de se tratar de uma figura incontornável no panorama musical português, mas também porque este ano representa um importante marco no seu percurso profissional", disse hoje Aurora Esteban, directora de programação do BIO, à Agência Lusa.

Para a responsável do BIO, este trabalho pareceu "uma excelente forma de assinalar os 30 anos de uma carreira brilhante, recheada de sucessos".

Um dos incontornáveis da música portuguesa, Rui Veloso celebra, este ano, 30 anos de carreira a solo, pontuada por algumas colaborações esporádicas como é o caso dos Rio Grande, projecto onde colaborou com outros grandes nomes da música, como Tim, Jorge Palma, Vitorino e João Gil.

O percurso do intérprete de "Chico Fininho", "Porto Sentido, "Não há Estrelas no Céu" ou "Lado Lunar" confunde-se com o de Carlos Tê, o autor das letras da maior parte das composições e o seu grande e parceiro de trabalho ao longo dos anos.

A apresentação da biografia, que contará com a presença de familiares e amigos do cantor portuense, além de Rui Pinto de Almeida, o realizador do documentário, está marcada para 8 de Abril, às 12:00, no restaurante D. Tonho, no Porto.

Exclusivos

Premium

Liderança

Jill Ader: "As mulheres são mais propensas a minimizarem-se"

Jill Ader é a nova chairwoman da Egon Zehnder, a primeira mulher no cargo e a única numa grande empresa de busca de talentos e recursos. Tem, por isso, um ponto de vista extraordinário sobre o mundo - líderes, negócios, política e mulheres. Esteve em Portugal para um evento da companhia. E mostrou-o.