Mafalda Arnauth, Clã e estreia de "Tais Quais" em Serpa

Os concertos da fadista Mafalda Arnauth e dos Clã e a estreia do novo projeto musical "Tais Quais" marcam o Encontro de Culturas de Serpa deste ano, entre 06 e 10 de junho, anunciou hoje a organização.

Segundo a Câmara de Serpa, a 11.ª edição do encontro vai decorrer na Praça da República, onde se realizam os espetáculos da principal programação musical, sempre a partir das 22:00, e no castelo, que recebe os concertos da programação "fora de horas", sempre a partir das 00:00, e um espetáculo de Cante Alentejano.

A principal programação musical arranca no dia 06 de junho com um espetáculo criado no âmbito da enREDE - Rede Internacional de Municípios pela Cultura, que reúne parcerias culturais de vários municípios portugueses e estrangeiros, seguindo-se os concertos de Mafalda Arnauth (dia 07) e dos Clã (dia 08).

No dia 09, o novo projeto "Tais Quais", que reúne os músicos e cantores portugueses Tim, Vitorino, Jorge Palma, João Gil, Celina da Piedade e Paulo Ribeiro e o contador de histórias e humorista Jorge Serafim, para "divulgar algumas das canções mais emblemáticas da música popular do Alentejo", estreia-se no Encontro de Culturas de Serpa com o espetáculo "Na venda do Isaías".

De acordo com o município de Serpa, através do projeto, aquele grupo de músicos e cantores e Jorge Serafim "encontram-se" na "Venda do Isaías", "o local de partida e chegada de muitas histórias e anedotas com o "terrível` sentido de humor" que se conhece entre os alentejanos, para todos juntos cantarem "à alentejana".

A programação musical "fora de horas" inclui os concertos da banda cubana Cubason en Clave (dia 06), do músico galego Kepa Junkera (dia 07), do grupo português Galandum Galundaina (dia 08) e da cantora brasileira Maíra Baldaia e da portuguesa Cláudia Estrela (dia 09).

A fechar o encontro, a 10 de junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, no âmbito da principal programação, irá decorrer, às 21:00, no castelo, o tradicional espetáculo "Dia do Cante", com atuação de vários grupos corais alentejanos para valorizar o Cante Alentejano, o "ex-libris cultural" do Alentejo e candidato a Património Imaterial da Humanidade.

Antes do espetáculo, será exibido, às 18:00, no Cineteatro Municipal de Serpa, o documentário "Alentejo, Alentejo", de Sérgio Tréfaut, que recebeu o Prémio Allianz - Digimaster para Melhor Longa-metragem Portuguesa e o Prémio TAP para Documentário de Longa-metragem Portuguesa na edição deste ano do IndieLisboa - Festival Internacional de Cinema Independente.

Segundo a autarquia, o encontro, que inclui também animação, tertúlias e exposições, promove "a cultura enquanto fator de desenvolvimento e de união entre os povos" e divulga as práticas culturais de Serpa e de outras regiões portuguesas e de países com os quais o município tem laços de cooperação, como Brasil, Espanha e Cuba.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.