Universidade de Coimbra lança biblioteca digital

A Biblioteca Digital de Fundo Antigo da Universidade de Coimbra (UC), "Alma Mater", reúne cerca de quatro mil documentos, correspondentes a perto de 500 mil imagens, e fica acessível a partir da próxima quarta-feira.

O novo portal integra o repositório temático 'República Digital', que disponibiliza 'documentos inéditos sobre a implantação da República em Portugal e a resistência ao Estado Novo', sublinhou, à agência Lusa, Carlos Fiolhais, director da Biblioteca Geral da UC.

O projecto 'Alma Mater' só estará concluído, no entanto, quando as "cerca de 200 mil obras de fundo antigo da Universidade" (documentação produzida até meados do século XX) estiveram digitalizadas e acessíveis através da internet, acrescentou o também director do Serviço Integrado das Bibliotecas (SIBUC) da UC.

Mas, para isso, são 'necessários investimentos', que, 'em tempo de crise como o que vivemos, são mais difíceis de fazer', disse.

Integrada numa 'estratégia de desenvolvimento e modernização' da UC, a 'Alma Mater' visa tornar mais acessível um património 'vasto, rico e, nalguns aspectos, único', como é o da mais antiga universidade portuguesa e uma das mais antigas do mundo.

Clique aqui para aceder à página oficial da biblioteca

Esta biblioteca digital, ao reduzir 'a situações quase pontuais a consulta de muita documentação', vai, também, permitir a preservação de todo o acervo de fundo antigo, onde 'alguns documentos gritam por socorro', afirmou Carlos Fiolhais.

'Parte da documentação (talvez cerca de metade) agora disponibilizada' já está acessível, pela internet, mas esta nova plataforma (www.uc.pt/sibuc/almamater) 'congrega e valoriza' todos esses núcleos, que 'integram o rico património bibliográfico e documental de todas as bibliotecas digitais já existentes' na Universidade.

A esses núcleos, junta-se um novo património digitalizado, designadamente, 'livros antigos, manuscritos, cartas, fotografias, desenhos' e parte dos espólios de 'autores formados pela UC', como Almeida Garrett, Félix Avelar Brotero e Júlio Henriques, referiu o director da Biblioteca Geral e do Sistema Integrado de Bibliotecas da UC.

Aquele acervo acresce ainda o núcleo 'República Digital', projecto integrado nas comemorações do centenário da República Portuguesa, que reúne 'diversos documentos' (desde jornais a manuscritos, de livros a correspondência ou de fotografias a desenhos) sobre 'as transformações políticas, sociais, científicas e artísticas', provocadas pela implantação do novo regime, as ideias republicanas e a resistência ao Estado Novo, boa parte dos quais inéditos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG