Sniper Americano

O novo filme de Clint Eastwood chegou esta semana às salas, já com seis nomeações para os Óscares. Leia aqui a crítica de João Lopes e Flávio Gonçalves

JOÃO LOPES (CLASSIFICAÇÃO 5/5)

Eastwood filma a guerra íntima

Há várias décadas, alguns dos trabalhos mais complexos, e também emocionalmente mais envolventes, assinados por Clint Eastwood têm tratado situações de conflito militar - nessa medida (e não só), ele é um herdeiro directo de John Ford, procurando abordar contextos em que a natureza humana é levada a experimentar os seus próprios limites. Com o seu novo filme (seis vezes nomeado para os Óscares), Eastwood aborda a saga de Chris Kyle (1974-2013), inscrito nos registos militares dos EUA como o mais letal "sniper" da sua história. Não é um típico filme de guerra, nem sequer uma tese sobre a guerra do Iraque - é, isso sim, um exercício de espantosa intimidade, centrado nas brilhantes interpretações de Bradley Cooper, no papel de Chris, e Sienna Miller, assumindo a personagem de Taya, sua mulher. A música, discreta, mas essencial, foi composta pelo próprio Eastwood.

FLÁVIO GONÇALVES (CLASSIFICAÇÃO 4/5 )

A cada um a sua guerra e solidão

A dado momento em Sniper Americano, em pleno campo de combate no Iraque, somos engolidos por uma tempestade de areia que tudo confunde e desfaz. Tentamos descobrir o herói que é deixado para trás pelos compatriotas mas sentimo-lo condenado à sua solidão. Assim também está Clint Eastwood, que aborda a guerra do terrorismo num contexto permeado pelo pela incerteza e pela ausência de respostas válidas. É redutor perceber o filme como um mero gesto de propaganda belicista - pelo contrário, enfrenta o tremor obscuro do nosso presente sem deixar de sugerir o outro lado da moeda. Tudo é artifício dramático (do bebé de plástico à mulher que contacta com o perigo pelo telemóvel), mas é a ficção que nos desperta para os diversos dilemas colocados em jogo. Nesta busca pelas raízes do mal, Clint Eastwood acaba por fixar-se nas crianças, despertando-nos para a nossa condição acidental.

Ficha de filme

Título Original:American Sniper

Realizador:Clint Eastwood

Com: Bradley Cooper, Brian Hallisay, Jake McDorman, Kyle Gallner, Luke Grimes, Sienna Miller

Ano:2014

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.