Pargo: o peixe amigo do coração

É um dos peixes pertencentes a uma grande família e destaca-se pelo seu sabor e pelos muitos benefícios que traz à saúde.

O oceano é um mundo encantado e ainda com muito por descobrir. Grande parte desse mistério deve-se aos seus inúmeros e fascinantes habitantes, que ora se destacam pelas suas capacidades de camuflagem, ora pelas suas vibrantes cores e curiosas formas. E o pargo é um dos peixes que mais chama a atenção neste mundo oceânico, seja pela sua cor excitante, um rosa- prateado, ou pela sua forma de viver. Por cá, em Portugal, é dos peixes mais apreciados e dos que mais benefícios traz à saúde.

À SUA MANEIRA
O pargo tem uma forma de viver muito própria. Este peixe é hermafrodita e muda de sexo ao longo da sua vida, sendo que a maioria nasce fêmea e só com a maturação sexual, pode mudar para macho. Nesta espécie os peixes juvenis encontram-se, normalmente, em zonas pouco profundas do oceano, migrando depois para zonas mais profundas ao longo da vida. Mas estas não são as suas únicas e fascinantes características: O pargo tem um corpo oval, robusto e comprimido lateralmente. É revestido de escamas brilhantes e apresenta grandes dentes caniniformes. Este peixe pertence a uma das maiores famílias oceânicas, a família dos esparídeos. Entre os mais conhecidos estão o sargo, o besugo, a safia, o goraz e a dourada. Capaz de viver entre rochedos, junto à areia ou em locais mais profundos do oceano, é um peixe bastante seletivo na alimentação que faz - e isso depois é notório no seu característico e agradável sabor. Durante a sua juventude opta por comer pequenos crustáceos, mantendo-se em zonas menos profundas do oceano. À medida que vai envelhecendo, o pargo pode chegar a medir 40 centímetros. Nesta fase da sua vida adulta, a dieta é aprimorada, sendo os moluscos, como a lula e o polvo, os crustáceos, como caranguejos e pequenos camarões e outros peixes os protagonistas da sua alimentação. Para conseguir capturá-los com eficácia, acaba por ter de mergulhar em zonas mais profundas - podendo chegar aos 250 metros de profundidade apenas para conseguir alimento.

À MESA TODO O ANO
O pargo encontra-se maioritariamente no Oceano Atlântico, mas também no Mar Mediterrâneo, e a sua reprodução, acontece entre a primavera e o verão, o que permite incluí-lo de forma regular numa alimentação saudável, variada e equilibrada.
Este peixe contém baixos níveis de gordura, é de fácil digestão e possui também poucas calorias - cerca de 100 g equivalem a apenas 79 calorias. O pargo tem um papel determinante na saúde psicológica, do coração e nos ossos. O pargo é uma boa fonte de proteína magra, fundamental na construção e regeneração muscular, de vitamina D e de vitaminas do complexo B, oferecendo ainda uma boa quantidade de fósforo. Pela sua composição em vitaminas do complexo B, contribui para o normal metabolismo produtor de energia e para o funcionamento dos sistemas imunitário e nervoso. Versátil e capaz de agradar a miúdos e graúdos, o pargo promete fazer as delícias à mesa dos portugueses, seja assado no forno ou como protagonista numa caldeirada, não esquecendo ainda a opção grelhada com batata e vegetais cozidos. Na verdade, são muitas as formas de incluir este peixe nutricionalmente completo na sua alimentação, conseguindo, assim, reduzir o consumo de carne e melhorar consideravelmente a saúde (ao mesmo tempo que cuida da linha). De norte a sul do País, pode encontrar pargos frescos e saborosos nas peixarias do Continente. Escolha sempre um pargo com olhos cristalinos, escamas aderentes, odor amar e guelras avermelhadas e depois é só dar asas à imaginação para encontrar a melhor receita.

BENEFÍCIOS
De baixo teor calórico, mas com bons níveis de proteína e com pouca gordura, o pargo é um peixe ideal para incluir numa alimentação saudável e variada. Além de atuar diretamente na boa saúde do cérebro, este peixe é uma espécie de escudo protetor para o coração, pois contribui para manter uma pressão arterial dentro de valores normais.

COMO CONSERVAR
Guarde o pargo num recipiente fechado na parte inferior do frigorífico durante 1 a 2 dias.

VALOR NUTRICIONAL (por 100g)
79 kcal

SABIA QUE
O Pargo é um peixe de corpo oval, robusto e comprimido lateralmente, com escamas brilhantes e que apresenta grandes dentes canniformes. Em adulto habita em profundidades que podem chegar aos 250 metros.

COMO CONSUMIR
O pargo é um peixe muito versátil e que combina na perfeição com qualquer estação do ano, mas é o pargo assado no forno um dos pratos que mais água na boca faz. Este peixe pode ainda ser comido cozido uma opção simples, mas muito saborosa e saudável ou grelhado, combinando na perfeição com um prato repleto de vegetais verdes. Se quiser confecionar uma entrada que deixará todos deliciados, opte por um ceviche.

Ler mais

Exclusivos