A cura para o mau humor pode estar nas termas

Depois de um ano de trabalho, finalmente é tempo do merecido descanso. Aquela altura em que queremos renovar as nossas energias e as de toda a família. As escapadinhas em família nem sempre têm de ser na praia para serem únicas e verdadeiramente relaxantes.

Provavelmente está a pensar que precisaria, no mínimo, que o dia tivesse 30 horas para conseguir completar todas as tarefas que tem agendadas, que fazem parte da sua rotina. Finalmente chegou aquela altura em que consegue dedicar mais tempo a si e a todo o agregado familiar.

Começa a pensar nos programas de férias, nos fins de semana ou nas folgas ideais para agradar a miúdos e graúdos. Aqueles dias que mexem com toda a família e que ainda assim deixam toda a gente mais tranquila e com mais energias para dar as boas vindas à rotina.

E se o objetivo para estes dias é conciliar diversão e bem-estar, então sabemos o sítio que vai ter de integrar no seu roteiro: Viva Termas Centro.

Esta é a segunda edição de um ciclo de eventos organizado pela rede Termas Centro. Depois do sucesso do ano passado, volta a concretizar-se o feito com um verdadeiro sonho termal. Cultura, natureza, gastronomia e muita animação numa só iniciativa de entrada livre e gratuita.

Para além da oferta, que ultrapassa a saúde física e os tratamentos terapêuticos, o Viva Termas Centro desenvolve-se em três domínios temáticos. A promoção de uma alimentação saudável, em que a organização prepara workshops de culinária e degustação acompanhados por duplas de chefs e nutricionistas; atividades como os passeios pedestres, percursos de cicloturismo e BTT; e, ainda, cultura e lazer. A grande novidade deste ano é a inclusão de espetáculos de humor que vêm dinamizar ainda mais este projeto.

Um programa que vem contrariar a ideia de que visitar este tipo de estâncias é para os mais velhos. Aqui, os mais novos também têm o seu espaço e, prova disso, são as atividades preparadas pela organização.

A experiência estende-se entre os meses de agosto e outubro. Com o propósito de renovar sorrisos e de mostrar aos mais novos que as férias com os pais podem ser mais animadas do que pensavam que iam ser. Afinal até o humor já chegou ao ciclo de eventos "Viva Termas Centro".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Começar pelas portagens no centro nas cidades

É fácil falar a favor dos "pobres", difícil é mudar os nossos hábitos. Os cidadãos das grandes cidades têm na mão ferramentas simples para mudar este sistema, mas não as usam. Vejamos a seguinte conta: cada euro que um português coloca num transporte público vale por dois. Esse euro diminui o astronómico défice das empresas de transporte público. Esse mesmo euro fica em Portugal e não vai direto para a Arábia Saudita, Rússia ou outro produtor de petróleo - quase todos eles cleptodemocracias.