O 'Atlântida' que Chávez prometeu comprar

O ferry Atlântida que Chavez garantiu comprar em Outubro de 2010 por 42,5 milhões de euros está há três meses em doca seca, nos ENVC, vigiado 24 horas por dia para impedir o acesso ao interior.

Mas o contrato de venda continua por assinar. O luxuoso navio custa em manutenção, todos os anos, meio milhão de euros, depois de os Açores terem rescindido o contrato em 2009.

"Hoje, a pessoa com quem negociámos já não me atende o telemóvel, semana após semana", admitiu Veiga Anjos, presidente dos estaleiros, revelando apreensão com o desfecho do negócio.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG