Ministros de 18 países empenhados no combate a paraísos fiscais

Um grupo de ministros de 18 países comprometeram-se hoje a punir os Estados que não cumpram as regras aprovadas pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento (OCDE) para combate aos paraísos fiscais.

Reunidos em Berlim, os ministros alegaram a necessidade de garantir transparência no fornecimento de informações sobre os paraísos fiscais, notando o registo de "importantes progressos" neste domínio desde um encontro sobre a matéria realizada em Outubro passado.

Um comunicado conjunto dos 18 países defende a utilização de "medidas defensivas para prevenir atrasos na aplicação dos padrões da OCDE".

Tais medidas deverão ser tomadas por cada país, mas poderão incluir a ruptura de acordos fiscais com os países que não seguem os padrões da OCDE sobre paraísos fiscais.

Segundo o ministro alemão das Finanças, Peer Steinbrueck, 40 países assinaram já os padrões da OCDE desde Abril, elevando o total de países signatários para 84.

"Agora é importante que esses países implementem aquilo com que se comprometeram", acrescentou Peer Steinbrueck.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG