Lucro do El Corte Inglés aumentou 48% para 12ME em 2008

O lucro do El Corte Inglés em Portugal aumentou 48 por cento em 2008, para 12 milhões de euros, face aos 8,1 milhões de euros alcançados em igual período do ano anterior, divulgou hoje a empresa.

Num comunicado, o El Corte Inglés - Grandes Armazéns sublinha que estes resultados relativos ao exercício terminado a 28 de Fevereiro de 2009 "devem-se a uma substancial diminuição das amortizações e também a uma maior preocupação no controlo de custos que, contudo, não afectou o número de postos de trabalho".

Pelo contrário, acrescenta, "o quadro de pessoal viu os seus efectivos aumentarem".

Segundo a empresa, a primeira loja em Lisboa tem "registado sempre resultados positivos, desde a abertura, em 2001".

Os resultados operacionais rondaram os 12 milhões de euros, contra os 8 milhões de euros registados em 2007.

As vendas e outras receitas da actividade ordinária chegaram aos 392 milhões de euros, o que representa um aumento de 0,7 por cento face ao exercício anterior, mas um abrandamento que a empresa justifica com a "retracção do mercado". Ainda assim, a empresa considera estes resultados como "positivos".

De acordo com o comunicado, o EL Corte Inglés investiu cerca de 15 milhões de euros e "continua empenhado em investir em Portugal e tem previstos novos projectos para os próximos anos", nomeadamente a construção de novos grandes armazéns na área de Cascais e de outras lojas de menor formato.

Já os custos e despesas de exploração alcançaram os 376 milhões de euros, contra os 375 milhões de euros verificados em 2007, com destaque para as despesas de pessoal, que atingiram os 68 milhões de euros, correspondentes a um aumento de 0,3 por cento face ao ano anterior.

No que diz respeito aos recursos humanos, a empresa salienta que "apesar da conjuntura menos favorável, o efectivo cresceu em perto de 6 por cento, tendo sido criados mais 203 postos de trabalho, o que se deve em parte à abertura de uma nova unidade - o Supercor do Parque das Nações".

Quanto às perspectivas para 2009, o El Corte Inglés em Portugal adianta que "está apenas iniciando a sua actividade junto dos consumidores portugueses", pretendendo aumentar e consolidar a sua presença no mercado, nomeadamente através do aumento do número de lojas no país e de mercadorias e serviços, prestando especial atenção à qualidade, preço e garantia das mesmas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG