Wall Street encerra em alta, apesar de indicadores negativos

A Bolsa de Nova Iorque encerrou em alta, apesar dos indicadores económicos hoje divulgados nos Estados Unidos da América que revelaram que os consumidores continuam prudentes.

O índice industrial Dow Jones encerrou a valorizar 0,39 por cento (36,58 pontos) para os 9.398,19 pontos e o tecnológico Nasdaq fechou a ganhar 0,53 por cento (10,63 pontos), terminando o dia nos 2.009,35 pontos.

O alargado Standard & Poor's 500 valorizou 0,69 por cento (6,92 pontos) para os 1.012,73 pontos, de acordo com os números definitivos de fecho.

"O facto de o mercado ter encerrado no verde é muito surpreendente, uma vez que as vendas a retalho foram bastante decepcionantes", considerou Lindsay Piegza, da FTB Financial.

A sessão de hoje mostrou-se hesitante: nos primeiros minutos, Wall Street registou uma subida graças ao entusiasmo dos investidores relativamente ao crescimento económico de França e da Alemanha, no segundo trimestre deste ano.

No entanto, o aumento surpresa do número de novos desempregados e sobretudo a inversão da tendência das vendas a retalho nos Estados Unidos, que recuaram 0,1 por cento em Julho, contra um crescimento esperado de 0,7 por cento, abrandaram o ânimo dos investidores.

Para Lindsay Piegza, o desempenho de hoje do mercado deve-se ao "optimismo transmitido pela Reserva Federal" na véspera, que considerou que a economia está em vias de se estabilizar, dando mais confiança aos investidores.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...