Prisa e Ongoing vão dividir 50% dos lucros da Media Capital

A Prisa e a Ongoing querem distribuir pelo menos metade dos lucros anuais da Media Capital em dividendos aos accionistas, segundo o acordo parassocial estabelecido entre as duas empresas e hoje divulgado na CMVM.

De acordo com o documento, que entrará em vigor quando a Ongoing comprar 29,69 por cento da Media Capital à Prisa, a política de dividendos fica implantada até 2012 e prevê "a distribuição de, pelo menos, 50 por cento dos lucros anuais apurados" segundo as normas internacionais de contabilidade.

Celebrado a 28 de Setembro e alterado a 19 deste mês, o acordo parassocial prevê a aquisição pela Ongoing de 29,69 por cento da Media Capital e um acordo para compra de mais 5,31 por cento, somando a Ongoing 35 por cento do capital social da dona da TVI.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.