Lucros da Prisa caem 77,5% nos primeiros meses do ano

O grupo espanhol de comunicação Prisa obteve um lucro líquido de 46,69 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, menos 77,5 por cento do que no período homólogo de 2008, devido a uma queda generalizada nas receitas.

Segundo informou a empresa, as receitas publicitárias caíram 22 por cento e a venda de jornais e revistas desceu 8,2 por cento, sendo a venda de livros e formação o único sector com crescimento, de 3,9 por cento.

O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) baixou 37,6 por cento para 506,8 milhões de euros, tendo as receitas de exploração somado 2,428,61 milhões de euros, menos 21,2 por cento que no mesmo período de 2008.

A empresa explica que o seu principal jornal, o El Pais, continua a liderar o mercado com vendas médias diárias de 391 mil exemplares, o que contribui para um EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 23,5 milhões de euros e um lucro líquido de 10,9 milhões.

Nos nove primeiros meses do ano, 22 por cento das receitas da Prisa vieram do sector internacional, que aumenta assim em 4 por cento o seu peso nas contas da empresa.

No final de Setembro a dívida financeira da empresa era de 4.973 milhões de euros, menos 1,4 por cento que há um ano.

Ler mais

Exclusivos