Estradas de Portugal recebe Scut

Concessionárias pagas por 'disponibilidade de serviço'.

As receitas de portagem das Scut - auto-estradas sem custos para o utilizador - reverterão para a Estradas de Portugal, esclareceu ontem a Aenor, concessionária das vias Costa de Prata e Grande Porto detida pela Mota-Engil.

Em comunicado, a Mota-Engil diz que o Estado "demonstrou interesse negocial na alteração das bases das concessões no que se refere ao impacto do custo nos utilizadores, acolhendo o princípio do utilizador-pagador".

As concessionárias das três scut que passarão a ter portagens acordaram com o Estado serem "remuneradas por disponibilidade de serviço". O acordo prevê "a resolução de todos os pedidos pendentes de reposição do equilíbrio financeiro das concessionárias" por 155 milhões de euros, bem abaixo dos 270 milhões reclamados.

Ler mais

Exclusivos