Fibra óptica chega a 1,6 milhões

A PT vai começar já o plano de alargamento da rede de fibra óptica, no qual deverão estar envolvidos cerca de 2500 trabalhadores, a maioria dos quais de empresas fornecedoras das áreas da construção, materiais e equipamentos vários, apurou o DN. O plano - que absorve uma parte dos 2,2 mil milhões de euros que a PT destina para reinvestimento - visa estender a mais 600 mil casas a fibra óptica ao longo de 2011.

"Portugal precisa de crescer no PIB, na competitividade, na produtividade e no talento. A fibra óptica é um facilitador de todas estas metas e a PT assume-se como o motor desta nova vaga", disse o presidente executivo da PT ao DN. "Temos já um milhão de casas cobertas e vamos provocar um novo salto de desenvolvimento. Com este investimento, a PT cobre 45% dos lares portugueses com fibra óptica e reforça a liderança de Portugal nas redes de fibra a nível mundial", sublinhou Zeinal Bava.

O lançamento da 4.ª geração da rede móvel irá absorver outra parte do encaixe financeiro obtido com a venda da Vivo. A velocidade superior, até aos 150 Mbps exige um reforço da rede fixa, e a PT já está a ligar as cerca de quatro mil estações móveis com fibra óptica. Uma outra tranche será utilizada para potenciar os investimentos no triângulo Portugal-Brasil-África, sem esquecer o financiamento das responsabilidades assumidas com o fundo de pensões.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG