EUA reforça apoios ao emprego

Timothy Geithner, secretário de Estado do Tesouro norte-americano, afirmou ontem que, apesar dos sinais de recuperação da economia, ainda são necessários apoios para garantir a retoma.

Em declarações à ABC, Geithner revelou que a Casa Branca poderá vir a aumentar a ajuda aos de-sempregados até final do ano, para conseguir travar o impacto da elevada taxa de desemprego.

"Penso que a Administração e o Congresso vão olhar com atenção para este problema, à medida que nos aproximamos do final do ano", disse. Segundo os economistas, há sinais de que a recessão caminha para o fim.

Contudo, a taxa de desemprego deverá atingir em breve os 9,6% nos EUA, a maior dos últimos 26 anos.

Exclusivos