Arqueologia encontrada na região alentejana

› O conjunto de artefactos arqueológicos vendido por Joaquim Pessoa ao BPN, segundo apurou o DN, é constituído por 176 peças de arte pré-histórica, alegadamente proveniente de diversos achados arqueológicos em território português, com origens entre os 4.º milénio e o 2.º milénio antes de Cristo. As peças integram uma colecção única denominada "O Culto da Deusa". Esse espólio é constituído, designadamente, por 107 deusas-mãe, 18 peças de ourivesaria e joalharia e ainda uma cabeça de Zeus de bronze, 1 xorca de bronze, 1 vaso canopo egípcio de alabastro, entre outras. Segundo o arqueólogo António Cavaleiro Paixão, a maior parte das peças foi encontrada em território alentejano, nas décadas de 1950 e de 1980.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG