Autores

"Com informações da época, crédito a Berardo teria hoje mesmo tratamento"

Entrevista DN/TSF a Vítor Constâncio, antigo ministro das Finanças, antigo candidato do PS a primeiro-ministro e por duas vezes governador do Banco de Portugal, além de vice-presidente do BCE durante a crise do euro. Garante que não tinha de autorizar ou deixar de autorizar empréstimo do banco público para compra de ações do BCP, referindo-se à polémica de 2007. E que os poderes do supervisor são hoje os mesmos, tanto em Portugal como no resto da Europa, e estes não passam por intrometer-se nos contratos da banca.

Eu vi uma estrela americana a ver as estrelas num castelo alentejano

Imagine um belo recanto de Portugal longe de quase tudo, uma serra ainda mais isolada, e um castelo no topo de uma colina, onde já houve uma vila, Noudar. Foi onde ontem vi as estrelas e onde vi também uma estrela americana vê-las, fascinada a ouvir as explicações em português. Era Ellen Rabiner, contralto, figura reputada da ópera, profissional da Met de Nova Iorque. Uma semideusa de voz de encantar, encantada com o Alentejo.

Verdes em grande na Alemanha, extrema-direita não cresce, centrão muito mal

Mínimos históricos para os partidos da Grande Coligação alemã, os verdes como segundo partido mais votado, extrema-direita nos 10% mas sem crescer em relação às legislativas de 2017. As primeiras projeções de resultados destas europeias de hoje mostram que mais de dois terços do eleitorado do maior país dos 28 continua firmemente com o projeto da União Europeia, mas que as lideranças dos dois partidos do governo estão a ser questionadas e muito a sério.

América e Rússia juntos na Líbia

Estranha guerra civil esta na Líbia que põe Reino Unido e França em lados opostos mas faz americanos e russos partilhar interesses. Mas estes países não são os únicos a intrometer-se no conflito entre o chamado Governo do Acordo Nacional (GNA, na sigla inglesa), baseado em Tripoli, e o Exército Nacional da Líbia (LNA), cuja fonte de apoio começou em Benghazi mas alastrou de tal forma que já assola a própria capital. Também Qatar e Turquia estão envolvidos, a apoiar o GNA, enquanto Egito, Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita estão de corpo e alma com o LNA.