Autores

"Fraqueza das democracias liberais é ameaça maior do que a Rússia ou a China"

Em Lisboa para a conferência que lança o ciclo Democracy: The Way Ahead, na Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD), o professor de Princeton e especialista em relações internacionais falou ao DN sobre a ascensão da China, a forma como a guerra na Ucrânia deu nova vida à NATO e as profundas divisões na política interna americana. John Ikenberry analisou ainda o recente ataque às instituições democráticas em Brasília.

“Tive colegas filhos de portugueses. Nunca os vi como uma comunidade”

Embaixadora de França em Portugal desde setembro, Hélène Farnaud-Defromont destaca em conversa com o DN o sentido de acolhimento dos portugueses. Fala da crescente comunidade francesa em Portugal e da importância da Temporada Cruzada para que os jovens de ambos os países "modernizem o olhar" sobre os seus contemporâneos. A diplomata destaca ainda a união da UE face à guerra na Ucrânia e a boa cooperação entre Paris e Lisboa.

“Temos de resistir ao neofascismo. Mas perceber como ainda ganha eleições”

Antes de vir a Lisboa amanhã para uma Conversa Europeia com Isabel Santos (15h30, auditório B203 do ISCTE, entrada livre), o ex-jornalista, ensaísta e realizador francês, também eurodeputado, falou ao DN da vitória da extrema-direita em Itália e da obsessão de Putin com um confronto com o Ocidente. Filho do filósofo André Glucksmann e autor de Carta à Geração que Vai Mudar Tudo, Raphaël Gluckmann explicou ainda como, sem o envolvimento da juventude, não há democracia.