Autores

Portugal pronto para a última fase: abertura total da sociedade

O país atingiu os 83% de população vacinada. Está a dois pontos percentuais dos 85% de vacinados e a seis do máximo de população que pode ser vacinada - já que 11% desta tem menos de 12 anos. Uma situação quase inigualável no mundo. Óscar Felgueiras diz que o país está pronto, quanto mais não seja porque os portugueses deram "uma resposta muito proativa no sentido de se encontrar uma solução para a pandemia". O governo prepara-se para aliviar restrições a partir de 1 de outubro.

"Dizia que estava preparado para a covid. Afinal, não estava"

Hélder Ferreira tem 38 anos e foi infetado pelo SARS CoV-2 em julho. Esteve 12 dias no hospital. Costumava dizer que estava preparado para o vírus. "Afinal, não estava". Carlos Cardoso, de 68 anos, testou positivo em maio. Ficou internado quase uma semana e desistiu de trabalhar. "O cansaço era muito". Cristina é doente da terceira vaga. Chegou ao hospital quase sem respirar e conta com 22 dias de internamento. Mantém a falta de ar e fadiga extrema. Os três foram avaliados na consulta pós-covid do Centro Hospitalar Lisboa Central. E todos com diagnósticos diferentes. Em três meses consulta já observou 240 doentes.

Cientistas portugueses descobrem três remédios que fragilizam o vírus

Primeiro descobriram as fragilidades do SARS CoV-2 e o alvo que tinham de atacar para o enfraquecer. Agora, descobriram três compostos que podem fazer com que os doentes, "em vez de irem para o hospital fiquem em casa a assoar-se". Neste momento, a equipa do Instituto de Tecnologia Química e Biológica da Universidade NOVA de Lisboa que liderou a investigação já tem em marcha o registo de patente da descoberta, que pode ter relevo mundial.

Um milhão de infetados: O que parecia impossível, afinal, concretizou-se

Os primeiros infetados em Portugal foram diagnosticados a 2 de março de 2020, mas, antes desta data, já a diretora-geral, Graça Freitas, dava conta que 10% da população poderia ser afetada pelo novo vírus SARS CoV-2. Muitos consideraram a projeção exagerada e outros criticaram-na. O número parecia absurdo para um país tão pequeno, mas confirmou-se. Um milhão de infetados em mais de 530 dias. Um tempo marcado por avanços e recuos em números de casos e de óbitos, que só a vacinação veio acalmar.

Anticorpos caem a pique meses após vacinação. Terceira dose "inevitável"

Os serviços de Patologia Clínica e de Saúde Ocupacional do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra (CHUC) quiseram avaliar a resposta dos profissionais à vacina contra a covid-19 e qual a durabilidade dos anticorpos protetores. E já têm resultados completos de, pelo menos, mais de quatro mil pessoas: 97,7% responderam com nível elevado de anticorpos, mas estes caem para um sexto do valor inicial ao fim de 90 dias. A médica Lucília Araújo diz ser necessário revacinar profissionais e população em geral.

Carga viral em vacinados: certificado não substitui uso de máscara

Os EUA foram dos primeiros a deixar cair o uso de máscara. Foi logo em maio, quando tinham cerca de 60% da população vacinada. Mas as conclusões de um estudo da Universidade de Massachussets sobre a carga viral em vacinados e em não vacinados fizeram-nos voltar atrás. As regras básicas de proteção são fundamentais. Especialistas portugueses dizem que a informação traz novos desafios, como a discussão da terceira dose e da validade do certificado digital.

"Hoje temos as ferramentas para parar a pandemia"

É português. Farmacêutico. Tem 36 anos de carreira académica, 26 na área da regulação. Foi vice-presidente do Infarmed, ocupou vários cargos em organizações internacionais, mas faltava-lhe um projeto, uma missão na Organização Mundial de Saúde (OMS). Candidatou-se e hoje é diretor do Departamento de Regulação e Pré-Qualificação de medicamentos, vacinas e produtos de saúde. Nesta entrevista, ao fim de seis meses, Rogério Gaspar fala ao DN sobre como é dirigir este departamento em tempo de pandemia. E o balanço é positivo.