Vista Alegre lança jarra criada por artistas moçambicanos

O desenho do pintor moçambicano Roberto Chichorro, que há 15 anos ilustrou o livro de Mia Couto "Mar Me Quer", foi agora recuperado para a produção de uma jarra da portuguesa Vista Alegre, apresentada esta semana em Maputo.

A Vista Alegre, uma das principais produtoras mundiais de porcelana e cristal, inaugurou uma loja em Moçambique e apresentou a jarra denominada Mar Me Quer, título de um livro de Mia Couto, cuja capa foi pintada por Roberto Chichorro.

"É uma grande felicidade esse casamento que agora está a acontecer entre um texto meu e um desenho do Roberto Chichorro", disse à Lusa o escritor moçambicano Mia Couto, lembrando que o pedido ao pintor foi feito há uns 15 anos, na véspera da publicação do seu livro.

Agora "gostaria que fosse essa consagração dessa possibilidade de cruzar artes. As artes, normalmente, a gente pensa que elas têm fronteiras muito claras. Entre a pintura e a escrita há um limite, uma demarcação bem clara. Isso prova que não é assim. Essas artes se misturam", disse à Lusa Mia Couto.

A apresentação da jarra Mar Me Quer contou com a presença do ministro da Cultura de Moçambique, Armando Artur, e do embaixador de Portugal em Moçambique, Mário Godinho de Matos.

O presidente do conselho de administração da Visabeira em Moçambique, António Costa, disse que a obra Mar Me Quer, publicada por Mia Couto em 1998, foi agora escolhida na coleção 1+1=1 como "uma celebração da lusofonia" e representa "uma das mais recentes iniciativas artísticas da marca Vista Alegre dedicadas à cultura".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG