Uma semana de animação na grande casa de Abi Feijó

A capital do desenho animado muda-se para este concelho, a 43 quilómetros do Porto e a 49 de Braga, esta semana. É lá que Abi Feijó e Regina Pessoa tem o seu museu da animação

Abi Feijó diz que o dia da animação, que se celebra a 28 de outubro - hoje - foi instituído para não haver maneira de fugir do assunto, pelo menos uma vez por ano. A sugestão partiu do próprio realizador português no momento em que presidia aos destinos da ASIFA - Associação Internacional do Filme de Animação, em 2002. Concretizou--se e... "alastrou" a 40 países.

"Os meios de comunicação nunca têm espaço para a animação. Ao menos um dia por ano são obrigados a falar de animação." E se bem pensou, melhor o fez. O evento começou em duas cidades e hoje está em 40. Acontece a 28 de outubro em memória de Emile Reynaud, o homem que pela primeira vez projetou um filme animado, Pauvre Pierrot, a 28 de outubro de 1892, no cinema Grévin, em Paris.

A festa começou em França, passa pelo Brasil e vai até Israel e Chipre, sempre coordenada pela Casa da Animação, em Portugal. Por cá, é Lousada a capital da animação. Se no Brasil, a coordenadora da festa tem o sonho de fazer uma sessão de animação à mesma hora em cada uma das 1500 cidades do país, por cá a organização tem optado por canalizar os esforços para uma cidade, geralmente ligada a um nome importante da animação nacional.

Há um ano a festa fez-se em Montemor-o-Velho, onde vive o realizador José Miguel Ribeiro, autor do premiado Viagem a Cabo Verde. Este ano vai até Norte - Lousada (e Vilar), quartel-general dos realizadores Abi Feijó e Regina Pessoa, à boleia da inauguração, a 18 de maio, da Casa de Vilar, o museu da animação. E, por isso, apesar de boa parte da programação se passar em Lousada, o número 921 da Rua Rui Feijó - uma rua que não se chama assim por acaso, mas porque está mesmo ligada à família do realizador.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG