Uma nova vida para o Palácio de Valflores?

O palácio foi considerado um dos 14 monumentos mais ameaçados na Europa

Em visita ao concelho de Loures, o ministro da Cultura deixou clara a intenção de recuperar o Palácio de Valflores, em Santa Iria da Azóia, que atualmente se encontra em avançado estado de degradação.

Em declarações à Lusa, João Soares deixou claro que a visita tinha como objetivo "avaliar com os meus próprios olhos algumas questões de natureza patrimonial que se colocam no concelho de Loures, e onde o Ministério da Cultura tem a intenção firme de trabalhar em cooperação com o município de Loures".

O palácio de Valflores foi construído entre 1532 e 1558 e é um dos exemplos da arquitetura renascentista em Portugal. Localizado em Santa Iria da Azóia, foi mandado construir por João de Barros, na altura feitor do rei D.João III e chefe do posto de comércio Português na Flandres. Na 1ª metade do século XX foi adquirido por uma família inglesa e hoje é propriedade da Câmara Municipal de Loures.

Apesar de ser considerado Monumento de Interesse Público, o palácio de Valflores encontra-se num estado de degradação tal que em 2015 foi considerado, pela organização europeia do património Europa Nostra, como um dos 14 edifícios mais ameaçados da Europa

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG