Encenador Marco Martins estreia peça no Maria Matos

Uma reflexão sobre a vida na cidade, "nos seus sincronismos e assincronismos", está no centro da peça "Two Maybe More" de Marco Martins, que se estreia hoje no Teatro Maria Matos, em Lisboa, abrindo a nova temporada da entidade cultural.

O trabalho do autor, cujas criações têm atravessado as áreas do cinema e do teatro, "relaciona-se muito com a cidade", disse Marco Martins à agência Lusa há uma semana, a propósito desta nova peça, uma criação com mais quatro artistas de várias áreas.

À dupla da área da dança contemporânea Sofia Dias & Vítor Roriz juntou-se o escritor Gonçalo M. Tavares e o compositor Pedro Moreira, que criou a música original, e ainda o Coro Gulbenkian, que participa no espetáculo de forma pouco convencional.

"É o coro que representa o coletivo neste espetáculo", distribuindo-se em palco por caixas que representam edifícios, num dispositivo cénico "muito forte", sublinhou o encenador.

A participação do Coro Gulbenkian resulta de um protocolo entre o Teatro Maria Matos e a Fundação Calouste Gulbenkian - cuja sede está neste momento a ser alvo de obras de renovação, nomeadamente o grande auditório - e a peça musical criada pelo compositor Pedro Moreira resulta também de uma encomenda desta entidade.

Mais conhecido do público pelos filmes "Alice" (2005) e "Como Desenhar um Círculo Perfeito" (2008), Marco Martins afirma que tem uma predileção especial pelas várias linguagens artísticas, não só do cinema e do teatro, mas também da dança, sobretudo a contemporânea.

O espetáculo tem direção artística e criação de Marco Martins, cocriação e interpretação de Sofia Dias e Vítor Roriz, com o Coro Gulbenkian (Ana Urbano, Francisca Branco, Marta Queirós, Sara Marques, Jaime Bacharel, José Bruto da Costa, Nuno Fidalgo, Sérgio Fontão) e o Circular Ensemble, coletivo instrumental nascido na Escola Superior de Música de Lisboa, constituído por Dina Hernandez, Cláudio Silva, João Capinha e Paulo Gaspar.

"Two Maybe More" vai estar em cena no Teatro Maria Matos, em Lisboa, entre hoje e 14 de setembro (exceto nos dias 09 a 11), às 21:30.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG