De peruca para ser uma mãe dos subúrbios

Joaquim Monchique encena e interpreta 'Mais respeito que sou tua mãe'.

Ainda na semana passada Joaquim Monchique estava nos Açores com Paranormal, o monólogo em que interpreta 16 personagens diferentes e, nos últimos três anos, já foi visto por cerca de 100 mil pessoas. E esta semana o actor já está instalado no seu camarim no Casino Estoril, colocando uma peruca gigante para se transformar na Esmeralda Bartolomeu, mulher de meia-idade com afrontamentos e uma família algo bizarra.

A peça - cómica - chama-se Mais respeito que sou tua mãe e aqui Monchique, mais do que protagonista, é o criador de todo o espectáculo: foi ele que adaptou o texto à realidade portuguesa, que criou o cenário (uma cozinha muito portuguesa), que escolheu a banda sonora e que encena, dirigindo os 10 actores que o acompanham. "É preciso ser muito enlouquecido para fazer isto tudo ao mesmo tempo", comenta, a rir.

Mas a loucura começou muito antes. Quando, no ano passado, esteve no Rio de Janeiro, a gravar para a Globo a novela Negócio da China, o actor aproveitou para ir várias vezes a Buenos Aires, uma das suas cidades favoritas, "logo a seguir a Nova Iorque". E foi aí que viu o espectáculo Más respeto que soy tu madre (ver caixa): "Fiquei tão fascinado que decidi logo que queria aquela peça para mim." No final, arranjou maneira de ir ao camarim falar com o actor mas, assustado por tal invasão, este chamou a segurança e Monchique foi escorraçado do teatro. "Não aceito um não ou que me digam que é impossível." Joaquim Monchique não descansou até conseguir os direitos da peça.

No palco está uma família que vive no meio da crise. O marido de Esmeralda (interpretação de Luís Mascarenhas) foi despedido da Lisnave, o avô (Fernando Gomes) planta marijuana, e a acção passa-se na Baixa da Banheira. "Esta peça tem tudo, tem Michael Jackson, tem Marina Mota, vai de Lisboa à Covilhã, tem marquises, tem alguidares, eles discutem, têm AVCs. Tem tudo", garante. Para ver e rir, a partir de terça-feira, no Casino Estoril.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG