Antigo ministro Mário Lino regressa aos palcos

O ex-ministro das Obras Públicas Mário Lino vai estar novamente na ribalta, mas desta vez a representar e a cantar, também no papel de engenheiro, numa peça de teatro que tem estreia marcada para sexta-feira, em Cascais.

Esta não é a primeira vez que antigo ministro do Governo socialista de José Sócrates sobe aos palcos, já que a veia da representação e a experiência em teatro surgiram ainda nos tempos do liceu.

"Nada do outro mundo" é o nome da peça que vai estar em cena no Teatro Maria Helena Torrado, mas é também a forma como Mário Lino encara o novo desafio.

"É preciso que a pessoa sinta interesse e se sinta à vontade em fazê-lo", afirmou o ex-governante à agência Lusa, depois de um ensaio da peça para os jornalistas.

Igual a si próprio, a personagem que Mário Lino interpreta é um engenheiro civil que vai fazer a manutenção e vistoria das obras numa ponte, onde se centra toda a ação da peça.

Além de representar, Mário Lino vai também cantar, uma tarefa mais difícil, mas que não o assustou.

"Cantar tem mais dificuldade, porque obriga a estar certo no tom e no ritmo, mas faz-se", disse.

Decorar a letra da música foi outra grande dificuldade, o que não aconteceria se tivesse de cantar a "Grândola Vila Morena".

"Lá isso é verdade. Aqui tive de aprender e decorar nove estrofes, foi mais complicado", assentiu, entre risos.

O antigo ministro considera ainda que "a política e o teatro não são comparáveis" e que "cada um tem a sua dificuldade e requer empenho".

Encenada por Paulo Matos, que também representa a personagem principal, com Vítor Emanuel, "Nada de outro mundo" é constituída por duas peças -- "O Suicida" e "O Segurança" --, ligadas por uma mudança de ambiente cenográfico, coreografada e dirigida pelo engenheiro de obras Mário Lino.

O conjunto resulta de uma adaptação livre de Paulo Matos, das duas obras do dramaturgo francês Guy Foissy, que se distinguiu pelo humor negro.

A ideia de convidar o ex-ministro das Obras Públicas, para fazer uma personagem igual a si mesmo, surgiu pelo desejo manifestado por Mário Lino de regressar aos palcos.

"O engenheiro traz a realidade dos nossos dias para dentro de cena", afirmou Paulo Matos, que disse ainda estar a ser "muito divertido e um verdadeiro prazer" trabalhar com Mário Lino.

"Nada do outro mundo" vai estar em cena nos dias 15,16,17, 22,23,24 de março, no Teatro Maria Helena Torrado, em Cascais.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG