Actores Manuela Maria e Camilo de Oliveira distinguidos

Os actores Manuela Maria e Camilo de Oliveira são os vencedores da edição deste ano do Prémio Santareno de Teatro na categoria Carreira, anunciou hoje, em Santarém, o Instituto Bernardo Santareno.

Os Prémios Santareno de Teatro, que desde 2006 são atribuídos anualmente pelo Instituto Bernardo Santareno (IBS), criado pela câmara municipal de Santarém com o objectivo de manter viva a memória do dramaturgo escalabitano, vão ser entregues no próximo dia 20 durante a VI Gala Bernardo Santareno, que vai decorrer, a partir das 21:30, no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém.

A organização (Instituto Bernardo Santareno e Câmara Municipal) decidiu este ano pela primeira vez entregar o prémio Vida, tendo decidido atribuí-lo a Maria Barroso "pela sua carreira de actriz, pela sua luta pela liberdade e pela excelência da sua actuação em várias áreas", disse à agência Lusa o presidente do IBS, Vicente Batalha.

A dupla de actores Maria do Céu Guerra e Miguel Guilherme recebe o prémio Interpretação, pelos desempenhos nas peças "D. Maria, a Louca", de Antônio Cunha, e "O Senhor Puntila e o Seu Criado Matti", respectivamente.

A peça "O Senhor Puntila e o Seu Criado Matti", texto de Bertolt Brecht encenado por João Lourenço, recebe o prémio Espectáculo.

A categoria Especial foi atribuída a Castro Guedes, o encenador, tradutor, dramaturgo, actor, que actualmente dirige o Centro Dramático de Viana, que a organização quis distinguir "pelo seu percurso" e também "como estudioso da obra de Bernardo Santareno", frisou Vicente Batalha.

Sofia Dinger e Pedro Caeiro são agraciados com o prémio Revelação, ela pelo solo "Nothing's Ever Yours to Keep" e ele pela interpretação de Chris Flanders no "Comboio da Madrugada", peça de Tenesse Williams encenada por Carlos Avilez.

Durante o espectáculo será ainda entregue o Prémio Nacional de Teatro Bernardo Santareno, este ano atribuído à obra inédita de Armando Nascimento Rosa "Em Viagem para Belle Reve", pela "invulgar conjugação de elementos cénico-teatrais, de imaginação e escrita".

Vicente Batalha disse à Lusa ser fundamental conseguir que uma obra vencedora deste prémio possa subir aos palcos - o que acredita poderá finalmente acontecer este ano com a peça de Armando Nascimento Rosa, dado o interesse já manifestado pelo encenador Carlos Avilez -, já que teria uma "repercussão que certamente amplificaria" o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo IBS.

A VI Gala Bernardo Santareno terá como apresentadores Cláudia Semedo e Afonso Pimentel, num espetáculo que contará com as participações dos Pequenos Cantores de S. Francisco, Conservatório de Música de Santarém, Ana Paula Russo (soprano), Rui Antunes (tenor) e Rui Lopes (pianista), Custódio Castelo, Carlos Garcia e Carlos Menezes, e ainda Cristina Maria Ferreira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG