Revelados os segredos do Vaticano

A exposição abre hoje na Cidade do Vaticano e está patente até dia 9 de setembro.

São 85 quilómetros ocupados por conspirações, sussurros, convicções, silêncio e segredos. Uma pequena parte de mais de mil anos de história guardados com todo o cuidado e sob a mais estrita segurança no Vaticano que estão desde hoje até dia 9 de setembro em exposição.

Dos 150 mil documentos escondidos atrás de milhares de prateleiras apenas pouco mais de uma centena estará disponível na exposição "Lux in arcana" (luz sobre o mistério).

Veja aqui o vídeo.

É difícil saber qual dos documentos expostos é mais interessante: o pergaminho com o julgamento dos cavaleiros templários, a ameaça de Henrique VIII ao Papa Clemente VII, a abjuração de Galileu Galilei ou a excomunhão de Lutero.

São poucos - tendo em conta os muitos que existem -, mas são um verdadeiro "presente" histórico. Os visitantes poderão analisar o pergaminho de 60 metros que contém a confissão dos Templários aos enviados de Clemente V no castelo de Chinon.

Mas os Templários não são os únicos protagonistas da exposição. Os visitantes também poderão ler a carta que a rainha Maria Antonieta escreveu na prisão antes de ser decapitada: "Os sentimentos das pessoas envolvidas na minha dor, o meu querido irmão é o único consolo que poderia receber neste momento..."

A 15 de junho de 1520 o Papa Leão X emitiu a bula papal Exsurge Domine que excomungou Lutero. O documento que o Vaticano decidiu trazer à luz é muito importante já que a cópia enviada a Lutero foi queimada pelos protestantes. As 95 teses do antigo padre católico denunciando os excessos e indulgências da Igreja custou-lhe a excomunhão e precipitou a Reforma protestante.

Além das Bulas Papais também se encontra em exposição cartas de Miguel Angelo, onde o artista pedia as subvenções ao Papa para os seus problemas económicos e ainda a concessão de Alexandre VI para controlar as terras descobertas por Cristóvão Colombo aos reis católicos.

Resumindo: um bocadinho de história que a partir de hoje está ao alcance de todos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG