Qual o melhor livro destes 50 anos de prémio Booker?

O prémio britânico celebra o seu 50º aniversário com uma edição "de ouro", que vai escolher o melhor dos melhores. O vencedor será anunciado a 8 de julho.

V. S. Naipul ou Nadine Gordimer? Salman Rushdie ou William Golding? J. M. Coetze ou Kazuo Ishiguro? Yann Martel ou Hillary Mantel? Qual será o melhor de entre os melhores? Para assinalar o seu 50º aniversário, o Booker Prize acaba de anunciar um novo prémio que irá galardoar o melhor livro de todos os vencedores ao longo de meio século.

Haverá cinco jurados e cada um deles fica com a responsabilidade de escolher o melhor livro em cada década. Depois, cabe ao público escolher o vencedor dos cinco finalistas.

Os jurados são: o escritor e editor Robert McCrum (que irá analisar os livros de 1969 1979), o poeta Lim Sissay (que fica com os anos 80), a romancista Kamila Shamsie (a década de 90), o autor Simon Mayo (de 2000 a 2009) e a poetisa Hollie McNish (a partir de 2010).

As cinco obras finalistas serão anunciados a 26 de maio, cerca de um mês antes do Man Booker 50 Festival, marcado para 8 julho, em Londres. Nessa data será revelado o vencedor.

Em 2008, o Booker realizou uma competição semelhante para assinalar o seu 40º aniversário. Nessa altura, tal como também já tinha acontecido em 1993 na eleição de "o Booker dos Booker" que assinalou o 25º aniversário do prémio, o vencedor foi Os Filhos da Meia Noite, de Salman Rushdie (o Booker de 1981).

Exclusivos