Primavera para os miúdos e para os noctívagos

Festival Primavera associa-se à Festa da Criança e programa concertos em bares portuenses

As rimas ecologistas de Capicua, as batidas africanas de Throes + The Shine e a reinterpretação de Sgt. Pepper"s Lonely Hearts Club Band são a contribuição do Primavera Sound para a Festa da Criança, que decorre de 1 a 4 de junho, nos Jardins do Palácio de Cristal, no Porto. À sexta edição em Portugal, o Festival Primavera Sound junta-se à Festa da Criança, organizada pela autarquia.

"Lúcia-lima cheira a limão/Com seu nome de menina/E casa bem com o Príncipe/Que dá nome à erva prima", canta Capicua em Erva-de-cheiro , um dos temas que criou em parceria com o músico Pedro Geraldes para o concerto (e disco) temático Mão Verde. É um conjunto de lengalengas com fundo ambientalista e pensado para os mais novos. O concerto decorre entre espetáculos de circo e de malabarismo, às 11.30 de quinta-feira, e conta com as participações de Francisca Cortesão (Minta) e do percussionista António Serginho. No dia seguinte, a partir do meio-dia, é a vez do grupo angolano-portuense Throes + The Shine proporcionar à criançada (e a quem os acompanha) uma oficina de dança. E, por fim, no domingo, concerto duplo (às 11.30 e às 16.30) Beatle-Battle ou como levar aos petizes os Beatles - e mais especificamente o disco que a 1 de junho completa o cinquentenário, Sgt. Pepper"s Lonely Hearts Club Band. Todos os concertos decorrem na Concha Acústica, transformada em Palco Mini Nos.

Além da música e dos citados espetáculos circenses, a Festa da Criança oferece uma série de atividades lúdicas e desportivas. Destaque para as oficinas de percussão da Batucada Radical (de sexta a domingo, perante inscrição prévia em batucada@portolazer.pt) e para as sessões de contos (todos os dias, em vários horários).

Noite de boas-vindas

Pelo quarto ano consecutivo, o Primavera Sound sai do Parque da Cidade e estende a programação a outros locais. Este ano a escolha recaiu em cinco espaços noturnos do Porto (Hard Club, Café Au Lait, Maus Hábitos, Plano B e Passos Manuel). No dia 7 de junho, véspera do primeiro dia do festival, recebem música com o selo Primavera Sound. A partir das 22.00, as mais variadas tendências da dança, da eletrónica, da performance audiovisual e do hip-hop mostram-se em mais de duas dezenas de espetáculos. Boris Chimp 504, Lince, Juana na Rap ou Black Madonna são algumas das presenças na noite portuense. Aos portadores de passe de três dias a entrada nesta noite extra é gratuito, mas para tal têm de passar primeiro pelo Hard Club para receberem a pulseira e cartão de acesso.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG