Ponta Delgada comemora os 90 anos de Natália Correia

As comemorações dos 90 anos do nascimento da escritora Natália Correia arrancam hoje, em Ponta Delgada, cidade onde nasceu, mas vão ganhar âmbito nacional com a publicação de uma antologia poética.

Natália Correia nasceu na Fajã de Baixo, em Ponta Delgada, nos Açores, a 13 de setembro de 1923, tendo a câmara municipal da cidade organizado um conjunto de iniciativas para assinalar a data que arrancam, às 21:00, com um recital de poesia com o título "Saliências em movimento".

O programa, organizado pela autarquia, estende-se até 15 de setembro e inclui "eventos musicais e culturais que valorizam o legado imenso de Natália", que "marcou a cultura, a literatura e a política contemporânea nos Açores e no país".

Assim, pelo Centro de Estudos Natália Correia, na Fajã de Baixo, realizar-se-á ainda, na quarta-feira, um concerto do Grupo Johan Sebastian Bach, "uma das muitas paixões da poetisa", segundo um comunicado da autarquia.

Segue-se, na quinta-feira, a apresentação da exposição de aguarelas "Natália Correira, Memórias de Lisboa" e, à noite, um "serão literário em género de café concerto", com o titulo "Recordar Natália e o Botequim".

No dia seguinte, será descerrado um busto de Natália Correia junto ao edifício do centro de estudos.

Na sexta-feira, no sábado e no domingo haverá ainda música, no mesmo espaço, com Helena Oliveira a interpretar os "Cant'autores açorianos", fado e uma atuação da Orquestra de Câmara de Ponta Delgada.

Também o Governo dos Açores inaugura, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, uma exposição no dia 13, com o título "Dança da solidão de mim e de outros. Natália Correia (1923-1993): ecos de um arquivo".

A mostra "visa divulgar textos e documentos, essencialmente arquivísticos, de e sobre a autora, na sua relação com os outros, com aqueles que o seu acervo documental mais parece destacar, na fase ainda parcelar de tratamento em que se encontra", segundo um comunicado da Direção Regional da Cultura. A exposição poderá ser visitada até 29 de março de 2014.

Por outro lado, a 10 de setembro, será posta à venda uma antologia da poeta, que tem "como base a edição mais recente da 'Poesia Completa de Natália Correia'", editada em 1999, segundo as Publicações D. Quixote, do Grupo Leya.

Esta antologia é organizada, selecionada e prefaciada pelo poeta Fernando Pinto do Amaral, e "destina-se sobretudo à divulgação do essencial da obra poética" da escritora.

A D. Quixote explica que "o critério posto em jogo para selecionar os poemas pretendeu obedecer a um equilíbrio, naturalmente sempre instável, entre o gosto pessoal do organizador e a representatividade dos diversos períodos da escrita da autora".

Natália Correia escreveu poesia, teatro, romance, novela e vários ensaios sobre História da Literatura Portuguesa.

Foi também eleita deputada, primeiro nas listas do PPD, tendo passado a independente e, depois, a parlamentar do PRD.

Tomou várias posições públicas, nomeadamente em defesa da interrupção voluntária da gravidez e contra o atual acordo ortográfico.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG