Pintura de Frida Kahlo arrematada por valor recorde

Uma pintura de Frida Kahlo foi arrematada, na quinta-feira, num leilão da Christie's em Nova Iorque por oito milhões de dólares, um recorde para obras da artista mexicana.

Two Nudes in the Forest (The Land Itself), de 1939, que retrata duas mulheres nuas, foi vendida pelo valor mais baixo estimado antes do leilão - que era de entre oito e 12 milhões de dólares -, mas ultrapassou largamente o antigo recorde em leilão de obras da artista.

Em 2006, Roots foi adquirido por 5,6 milhões de dólares, numa venda da Sotheby's, também realizada em Nova Iorque.

Frida Kahlo (1907-1954) foi a primeira artista latino-americana a cruzar o limiar de um milhão de dólares com a pintura Diego y Yo, adjudicada por 1,4 milhões em 1990.

A venda realizada esta quinta-feira foi o último grande evento da semana de leilões da primavera em Nova Iorque.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG