Peças da família real portuguesa em leilão no Porto

Leiloeira P55 leva à praça peças do Rei D. Carlos, de D. Fernando II, e de outros membros da Família Real Portuguesa no próximo dia 17 às 21.00

Uma das peças destacadas pela leiloeira portuense é um desenho do Rei Dom Carlos, ainda na moldura de origem com 21,5 por 30 cm. O desenho, lápis sobre papel pardo, assinado e datado de 1904, mostra um barco e tem uma base de licitação de mil euros. Segundo o catálogo da P55, esta peça estava sobre a secretária da Rainha Dona Amélia quando esta faleceu no exílio a 25 de outubro de 1951, no Château de Bellevue, em Chesnay, perto de Versailles, França

O leilão acontecerá pelas 21 horas na galeria (Rua Brito Capelo, 1147, Matosinhos) e inclui perto de 200 peças de arte. Entre os destaques, está também uma coleção de inéditos de Dom Fernando II e da Condessa D'Edla que mais tarde pertenceu ao professor D.Thomaz de Mello Breyner, 4º Conde Mafra (1886-1933), médico da Real Câmara.

O lote 146 apresenta uma carta da Rainha D. Amélia, com o selo do Palácio da Pena (base de licitação de 60 euros).

Ainda no leilão está um do contador indo-português do século XVII de Artur de Sandão, da única pintura que conhecemos do Príncipe Real Dom Luís Filipe (30 mil euros de base de licitação) e, também, de uma harpa francesa do século XVIII, que Marie Antoniette terá usado (base de licitação de quatro mil euros).

"É com enorme orgulho que recebemos esta coleção de peças com História, que nos revelam o outro lado de pessoas que também foram Reis e Rainhas, Presidentes e ilustres da História de Portugal. Sempre dissemos que um dos objetivos da P55 era aproximar as pessoas da arte. É o que procuramos fazer todos os dias e este leilão é mais uma prova disso", refere o CEO da P55, Aníbal Pinto de Faria, em comunicado.

No lote incluem-se outras peças, como um figurino criado por Almada Negreiros para uma récita de caridade realizada no São Carlos (lote 99, base de licitação de 100 euros).

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG