Paul McCartney torna-se realidade virtual numa nova aplicação

Paul McCartney é um dos primeiros artistas de música a abraçar a realidade vitual através de uma aplicação grátis.

Paul McCartney pode ser um "old rocker", mas isso não significa que não se encaixe nas mais recentes tecnologias. McCartney, com a colaboração de Jaunt, acaba de lançar uma nova aplicação onde os utilizadores podem vê-lo cantar "Live and Let Die", como se estivessem no palco com ele.

A aplicação dá-lhe uma visão pessoal, mais de perto e de 360 graus,do espetáculo filmado no CandlestickPark, em San Francisco, durante o último concerto a14 de agosto de 2014.

Esta foi a primeira experiência de realidade virtual cinematográfica feita por Jaunt. O espetáculo foi filmado com câmeras estereoscópicas 3-D e som de microfones de campo 3-D, permitindo assim assistir à performance de McCartney como se estivesse na plateia, no palco, nos bastidores ou sentados ao lado dele no piano.

"É como se nunca tivesse ouvido, visto ou sentido algo assim", diz Jaunt, co-fundador e chefe executivo de Jens Christensen.

A aplicação gratuita está disponível através do GooglePlay para utilizadores do Android ou para aqueles que dominem o Google Cardboard.

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.