O que falta ao cinema português?

O último volume de um dicionário, uma "quase biografia", uma reflexão sobre o cinema português de hoje e amanhã e duas teses. No Quociente de Inteligência desta semana trazemos-lhe uma análise profunda ao cinema que se faz no nosso país.

No suplemento cultural do Diário de Notícias que saiu este sábado o tema central foi o cinema português, que continua vivo, apesar da falta de apoios acentuada pela crise. E também vão sendo editados livros sobre o cinema português, caso dos cinco analisados nesta edição do Quociente de Inteligência. Bem como o último volume de um dicionário que levou 25 anos a fazer, "uma quase-biografia" de um dos maiores realizadores nacionais, uma ampla reflexão sobre o cinema português contemporâneo e o seu futuro, e duas teses, uma sobre a imagem do País nos seus filmes, outra sobre o documentário industrial

O que leva à seguinte pergunta: O que falta ao cinema português?

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG