O Papa Francisco pode mudar a Igreja?

O novo Papa, que afirmou esta sexta-feira que nunca pensou ocupar o lugar de líder da Igreja Católica, tem um percurso de vida rico e já assumiu posições aparentemente contrárias à doutrina mais tradicional.

Adepto ferrenho de futebol, homem apaixonado pela vida, católico que gosta de sublinhar a necessidade de a Igreja ser solidária com os mais necessitados, em especial no contexto de uma sociedade globalizada, pode dizer-se que o Papa argentino tem-se revelado mais terra-a-terra do que o seu antecessor.

Ao leitor lançamos o debate: Pode este Papa mudar Igreja?

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG