O flagelo das sequelas

"Kingsman: O Círculo Dourado, de Matthew Vaughn

Será que os blockbusters já só são pretextos para produzir... sequelas? Mesmo os exemplos mais brilhantes parecem não resistir ao flagelo das "continuações" por qualquer preço. Lembremos o brilhante Kingsman: Serviços Secretos (2014), uma realização de Matthew Vaughn, com Colin Firth e Taron Egerton, brincando inteligentemente com as convenções dos filmes de espiões mais ou menos ligados à tradição de James Bond. Pois bem, todos eles regressam em Kingsman: O Círculo Dourado para fabricar um daqueles objetos que confunde espetáculo com a acumulação de cenários destruídos... Julianne Moore é a "má da fita" que quer dominar o mundo através das drogas - e custa sempre ver um tão grande talento tão mal aproveitado; resta Elton John a fazer a sua própria caricatura, fingindo estoicamente que se está a divertir.

Classificação: * Medíocre

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG