Vai haver "boas notícias" sobre a candidatura do fado

A directora do Museu do Fado, Sara Pereira, disse hoje à agência Lusa que no domingo vai haver "boas notícias" sobre a candidatura do fado a Património Imaterial da Humanidade.

Sara Pereira falava no final da sessão de hoje do VI Comité Intergovernamental da UNESCO, que em cinco horas só conseguiu analisar três candidaturas.

"As expectativas são muito boas quer pelo parecer que já conhecemos que é positivo, o parecer do avaliador, quer pelo fato de no seu relatório geral a nossa candidatura estar incluída numa short-list de outras sete candidaturas que são consideradas exemplares do ponto de vista da sua preparação, da sua execução, da sua argumentação", disse.

Questionado sobre o tempo que o comité demorou a analisar três candidaturas, Sara Pereira afirmou que é "normal" e que a comitiva portuguesa já estava preparada para isso.

"Portanto, estamos muito expectantes amanhã [domingo] teremos boas notícias, seguramente", disse.

No domingo, os 24 delegados vão analisar mais de 30 candidaturas para inscrição na lista do Património Imaterial da Humanidade, entre as quais o Fado.

A candidatura portuguesa é uma das sete melhor recomendadas pelo Comité de Peritos da UNESCO, ao lado da do conhecimento dos jaguares, pelos xamãs da tribo ameríndia colombiana Yurupari, da música Mariachi, do México, das danças Nijemo Kolo da Dalmácia (Croácia), da música e dança tsiattista do Chipre, e a cavalgada de reis da Morávia (República Checa).

Há uma candidatura transnacional partilhada pelo Mali, Burkina-Faso e Costa do Marfim que é a das práticas e expressões culturais ligadas ao "balafon" das comunidades Sénoufo do Mali, Burquina-Faso e Costa do Marfim.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG