Um marco chamado 'Por Este Rio acima'

Fausto

Reza a biografia oficial que Fausto Bordalo Dias nasceu a 26 de Novembro de 1948, em pleno oceano Atlântico, a bordo de um navio chamado Pátria, que ia de Portugal para Angola. Passou a infância e a adolescência na antiga colónia, onde formou o seu primeiro grupo, Os Rebeldes. Em 1968, já em Lisboa, começa a estudar, aproximando-se do movimento associativo estudantil e, de seguida, de músicos de intervenção como José Afonso ou Adriano Correia de Oliveira. "Pouco depois de aterrar em Portugal, a 30 de Abril de 74, conheci o Fausto", recorda José Mário Branco. "Na altura, ouvi algumas canções que ele tinha acabado de gravar para o segundo álbum, e senti uma grande cumplicidade musical e poética". É através de José Mário que Fausto viria a conhecer Sérgio Godinho, ainda em 1974. "Ainda tocámos juntos em bastantes espectáculos, mas não conhecia a sua música antes de chegar a Portugal", lembra este último. Em 1982, Fausto edita Por Este Rio Cima, o primeiro disco de uma trilogia sobre a diáspora lusitana (que continuaria passados 12 anos, em 1994, com Terra Ardente), e uma obra que viria a marcar irremediavelmente a música popular portuguesa. A Ópera Mágica do Cantor Maldito (2003) é o último registo de originais do compositor que se encontra actualmente a acabar de escrever o último capítulo da referida trilogia. "Será um duplo álbum, com mais de 20 canções", revelou há dias ao DN. "O disco terá orquestrações do José Mário Branco. É uma coisa que nunca fizemos antes."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG