Polícia faz buscas no escritório do médico de Jackson

A polícia federal norte-americana está a fazer buscas num escritório do médico de Michael Jackson, que se encontrava com o cantor na altura em que morreu, dia 25 Junho, anunciou a Agência de Luta contra as Drogas (DEA).

As buscas no escritório do médico Conrad Murray, situado na clínica Armstrong, em Houston (Texas), estão a ser feitas a pedido da polícia de Los Angeles, que investiga a morte de Michael Jackson, aos 50 anos, devido a uma paragem cardíaca.

Fontes próximas do artista acusaram os médicos de terem provocado a morte do "rei da pop" ao prescreverem medicamentos de que Michael Jackson abusava.

O pai do cantor, Joe Jackson, declarou no início de Julho, numa entrevista à cadeia de televisão ABC, que o filho foi "vítima de homicídio".

RCR.

Lusa

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG