PCP: Classificação "valoriza a língua e a cultura portuguesas"

O PCP considerou hoje que o reconhecimento do fado como Património Imaterial da Humanidade "valoriza a língua e a cultura portuguesas" e realça a importância de uma canção "tão intrinsecamente ligada a Portugal", à "cidade e ao povo de Lisboa".

Numa nota de imprensa, os comunistas portugueses sublinham que a decisão dos peritos da UNESCO de classificação do Fado assume especial significado por ocorrer "num momento em que o Governo PSD/CDS-PP leva por diante uma brutal operação de desmantelamento do serviço público de cultura".

Além de felicitar os cantores, músicos, compositores, poetas, investigadores e estudiosos que "fizerem e fazem do Fado uma realidade viva", o PCP alega que a canção que identifica o país continua a ser "uma prova do empenho dos intelectuais e artistas portugueses".

A decisão de classificação do fado como Património Imaterial da Humanidade foi anunciada hoje na Indonésia pelo VI Comité Intergovernamental da Organização da ONU para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG