Noite de regressos com The Kills e Albert Hammond Jr.

Tanto a dupla norte-americana como o guitarrista dos The Strokes não editam um novo álbum de originais há alguns anos, tendo atuado para uma plateia bem mais reduzida que aquela que recebeu Eddie Vedder na noite de sexta-feira.

Quando há nove anos os The Kills passaram pelo Festival Sudoeste, naquele que foi o segundo concerto da dupla em Portugal, depois de já terem passado por Paredes de Coura, a banda apresentava-se somente enquanto duo e sentia-se entre Alison 'VV' Mosshart e Jamie 'Hotel' Hince uma tensão e intensidade em palco que tornava o espectador num voyeur daquela relação, que se materializava num conjunto de canções rock abrasivas.

Com o tempo o som do grupo foi perdendo alguma dessa crueza característica dos primeiros anos de carreira e, como se pôde ver no palco principal do Super Bock Super Rock, a performance já não vive somente dessa interação entre os dois músicos.

Não se apresentaram sozinhos, tendo-se feito acompanhar por um par de percussionistas e mais dois coristas, sendo que a grande dimensão do palco fez com que os diálogos corporais entre Alison 'VV' Mosshart e Jamie 'Hotel' Hince já não fossem tão constantes como noutros tempos mas, ainda assim, a cumplicidade entre os dois era palpável, sendo que Alison Mosshart foi sempre muito expressiva na sua performance de palco.

A dupla concentrou-se em canções dos seus dois últimos álbuns, Midnight Boom (2008) e Blood Pressures (2011), sendo que está previsto um novo trabalho discográfico da banda ainda para este ano.

A forma como foram recebidos nesta última noite da 20.ª edição do Super Bock Super Rock não foi a mais calorosa, animando pouco mais que as primeiras filas da plateia que, neste dia, se encontra visivelmente reduzida, face ao cenário que na sexta-feira acolheu Eddie Vedder.

Antes dos The Kills passou pelo mesmo palco o guitarrista dos The Strokes, Albert Hammond Jr., que também fez menção ao facto de no recinto não se encontrarem muitas pessoas, tendo tocado apenas para algumas dezenas.

O guitarrista percorreu por canções dos álbuns Yours to Keep (2006) e Como de Llama? (2008), mas também várias do EP intitulado AHJ (2013), mas conseguir entusiasmar de forma mais evidente o público que encontrou à sua frente quando, ao início do concerto, fez uma versão do clássico Ever Fallen in Love, dos Buzzcocks.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG