No jardim dos Diabo na Cruz

Os Diabo na Cruz abriram a casa, em Nova Oeiras, onde tocam faça sol ou chuva, ao DN. Ensaiaram à sombra das árvores da vivenda dos irmãos Pinheiro, os responsáveis pelas percussões da banda.

No espaço amplo repleto de flores, árvores e arbustos, pensaram e compuseram as músicas do álbum editado no mês passado " Roque Popular". Agora estão numa fase mais acústica, como afirma Jorge Cruz.

Antes de partirem para os dois próximos concertos, dia 23 de maio no Ritz Clube, em Lisboa e no próximo mês, em Praga, República Checa, receberam o DN no local onde, além de prepararem os próximos espetáculos, também descontraem.

Sob um sol abrasador, Jorge Cruz, o líder dos Diabo na Cruz, explicou como misturam a música tradicional com a linguagem do rock. Falou do espaço, da sala e do jardim de ensaio. Palavras ditas ao som da "Bomba Canção" tocada para o DN em versão acústica.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG