Rui Veloso retira-se dos palcos

O cantor de "Porto Côvo" suspendeu a sua carreira há três dias, após um último espetáculo. Desfez a banda que o acompanhava e não aceita mais concertos para os próximos tempos. Ao DN afirmou: "Vou parar."

É com estas duas palavras que anuncia na entrevista a inesperada decisão. Motivo: "É muito difícil para mim aceitar a realidade do país. Fico à espera que isto um dia tenha compostura e volte aos valores básicos da vida" que Rui Veloso considera terem-se "perdido algures nestes últimos 30 anos de grande confusão e de desrespeito total pelos portugueses". No "caldeirão" nacional de situações que repudia está também uma crítica feroz à busca do sucesso promovida por concursos televisivos: "A música é para todos, mas nem todos são para a música."

A nível da crise nacional e da situação política e económica vivida pelos portugueses, diz: "É natural que os portugueses estejam baralhados e que adotem comportamentos próprios de quem foi cobaia."

O cantor garante que faz uma paragem sem fim à vista e que por agora quer estar com os filhos e os amigos, viajar e arrumar a vida: "É uma procura para voltar às raízes e uma reavaliação - que todos fazemos numa determinada altura de modo a saber o que a vida realmente é."

Leia a entrevista completa na edição em papel ou e-paper do DN

Ler mais

Exclusivos