Festivaleiros que vão a (quase) todas sem gastar nada

Optimus Alive, Super Bock Super Rock, Meo Sudoeste, Vodafone Paredes de Coura, Rock in Rio-Lisboa ou Nos Primavera Sound são alguns dos principais festivais que se realizam durante o ano em Portugal.

Feitas as contas, quem quiser ir a 12 dos maiores festivais de música que durante o ano se realizam em Portugal terá de gastar 1078 euros. Uma quantia impossível para a maioria das carteiras. Há, no entanto, alternativas: os passatempos. Por vezes, é só um jogo de sorte, noutros casos é preciso mesmo ter alguma criatividade, mas para muitos os passatempos permitem ver os artistas de eleição (e até conhecê-los) sem gastar um tostão. Ao longo dos anos há quem tenha poupado largas centenas de euros concorrendo avidamente a todos os passatempos possíveis.

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG