Encontro de João Pedro Pais com Jorge Palma no festival

Último dia de festival começou mais cedo do que habitual com os concertos de Kika e de João Pedro Pais em dueto com Jorge Palma.

Se existia alguém que se tivesse esquecido que hoje era Dia da Criança, rapidamente esse facto voltou à memória a quem tenha comparecido neste último dia de Rock in Rio-Lisboa, tal era o mar de crianças e adolescentes que dominavam a paisagem humana no Parque da Bela Vista.

Não é por isso um acaso que hoje os concertos tenham também começado mais cedo naquele que é o palco por excelência do festival. A portuguesa Kika, de 17 anos, foi a responsável pelo primeiro concerto do dia. Não se deparou com a multidão que se espera que acolha a estreia em Portugal de Justin Timberlake (às 23.45), mas conseguiu animar o público nestes primeiros momentos de festival.

A cantora, que lançou o seu primeiro álbum no ano passado, no qual colaborou com o produtor RedOne (que no seu currículo conta com produções para Lady Gaga, Jennifer Lopez ou Nicki Minaj), passou pelos temas do seu repertório, dos quais se destacou o single 'Guess It's Alright', o mais reconhecível entre a plateia.

Depois de um ligeiro atraso, João Pedro Pais apareceu em palco para mais um concerto integrado nos encontros inéditos que esta edição comemorativa do festival realizou.

Jorge Palma foi, na verdade, um convidado do concerto de João Pedro Pais que atuou quase sempre sozinho com a sua banda. Depois dos primeiros quatro temas, entre os quais Ninguém É De Ninguém, entoado pela massa popular, foi a vez de Pais convidar "o grande amigo" Jorge Palma, que logo se sentou ao piano e interpretou o conhecido Frágil.

Do piano passou para a frente de palco, já de guitarra ao punho, tendo partilhado com João Pedro Pais o seu 'Encosta-te a mim' e 'Estás à espera de quê' (original de João Pedro Pais), mas abandonou pouco depois o palco, tendo o seu colega voltado a ser o protagonista deste fim de tarde, tendo colocado a Bela Vista a cantar a viva voz a sua 'Mentira', que o próprio cantou interpretou entusiasticamente. Despediu-se com uma breve referência a 'Seven Nation Army', dos White Stripes, revelando o mesmo nível de entusiasmo.

Por esta hora já se encontravam no Parque da Bela Vista mais de 55 mil pessoas, segundo divulgou a organização do festival.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG