Coldplay "perdidos" no primeiro dia do festival

Foram 52 mil as pessoas que encheram o Passeio Marítimo de Algés, no primeiro e tão aguardado dia do festival Optimus Alive'11. Os veteranos Blondie antecederam os britânicos Coldplay, que apesar de não saberem ao certo o nome da cidade onde estavam protagonizaram um dos momentos mais esperados da noite.

Ainda era dia quando Deborah Harry, a vocalista dos Blondie, de 66 anos, subiu ao palco principal do Alive para voltar a interpretar clássicos como "Maria" e "Call Me". Apesar da idade, a norte-americana continua a dar alma à banda, com um misto de energia e irreverência, que faz com que não sejam esquecidos pelo público.

Passavam apenas 10 minutos da hora prevista, quando a banda de Chris Martin começou o seu espectáculo: por entre fogo-de-artificio, jogos de luzes e balões gigantes, a assistência era contagiada pela energia transmitida pelos músicos. "Yellow", a segunda música do alinhamento, arrancou os primeiros aplausos e fez sair do bolso milhares telemóveis e câmaras de filmar.

Depois de mais algumas músicas Chris Martin agradeceu ao público em português, com um vibrante "obrigada!". O vocalista revelou à assistência não saber em que cidade actuava, mas disse que estava "contente" por ali estar. O espectáculo prosseguiu com "Lost" e "The Scientist", tocada ao piano e acompanhada pelo público. Coldplay já actuavam há quase uma hora, quando ecoaram os primeiros acordes de "Viva la Vida", que fizeram com que Martin deixasse o piano e cantasse energicamente o êxito. A multidão estava ao rubro, contagiada pela atitude do vocalista.

Às 23:15 o grupo abandonou o palco, desejando "boa noite" a Portugal, para, no entanto, regressarem três minutos depois com "Clocks". Seguiu-se "Fix You", que se tornou no momento alto da noite. O público acompanhou Chris Martin durante toda a canção, e chegou mesmo a arrancar um sorriso ao vocalista, quando pronunciou na perfeição "lights will guide you home, and ignite your bones, and I will try... to fix you".

"Every Teardrop is a Waterfall", o mais recente single do último álbum da banda marcou o fim do concerto do grupo que há quase seis anos que não pisava os palcos portugueses.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG