Artistas portugueses foram campeões de vendas em 2010

Tony Carreira e Deolinda foram os artistas que mais venderam em Portugal no ano passado.

Apesar de editado perto do final do ano, o álbum 'Mesmo de Sempre', do cantor, foi aquele que obteve números mais elevados, segundo dados fornecidos pela Associação Fonográfica Portuguesa (AFP). No espaço de um mês, o disco conseguiu três platinas, correspondentes a mais de 60 mil exemplares vendidos.

Confirmando uma tendência que tem vindo a repetir-se nos últimos anos, os nomes mais populares do mercado foram portugueses. Depois de Tony Carreira, vêm os Deolinda, a banda que mais vendeu, graças a 'Dois Selos e um Carimbo'. O antecessor 'Canção ao Lado', de 2008, também ficou à porta do top ten de álbuns mais vendidos (11.º). Entre 'Mesmo de Sempre' e 'Dois Selos e um Carimbo', surge a primeira colectânea da tabela anual da AFP: 'Morangos com Açúcar - Vive o Teu Talento'.

É preciso recuar ao quinto posto da lista para encontrar o primeiro nome estrangeiro. No caso, Lady Gaga e 'The Fame', o disco que mais vendeu no ano passado em todo o mundo. Logo a seguir, vem 'The E.N.D.', dos Black Eyed Peas. Ambos receberam apenas uma platina, o que diz bem da dimensão do mercado actual.

No mercado do DVD musical, a música infantil revelou-se a mais procurada com os três volumes da série 'Panda Vai à Escola' a ocuparem os quatro primeiros lugares, incluído o mais alto.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG