Mural de Banksy apagado por ser "ofensivo"

Um novo mural de Banksy surgiu terça-feira em Clacton-on-Sea, no sudeste da Inglaterra, mas em menos de um dia já tinha sido retirado pela câmara. A administração local destruiu-o devido a queixas que descreviam o trabalho como "racista" e "ofensivo."

O mural, que valia cerca de 400 mil libras, mais de 500 mil euros, mostra cinco pombos que seguram cartazes com frases associadas aos movimentos anti-imigração, como "Voltem para África," e "Migrantes não são bem-vindos," voltados para uma ave migratória de plumagem mais exótica.

Segundo o Telegraph, a administração local admite não ter percebido a sátira e não saber se a peça era de Banksy. "O local foi inspecionado por profissionais que concordaram que [o mural] podia ser visto como ofensivo, e foi removido esta manhã, de acordo com a nossa política de remover este tipo de material dentro de 48 horas," afirma o responsável da comunicação do distrito de Tendring, Nigel Brown. Quando Banksy colocou uma foto do trabalho no seu website, este já tinha sido destruído.

O concelho de Clacton-on-Sea vai ter uma nova eleição parlamentar na próxima semana devido ao seu representante eleito ter mudado do Partido Conservador para o partido de direita radical UKIP, cujas campanhas anti-imigração têm tido muito relevo. O candidato abdicou do assento parlamentar, mais vai voltar disputar a eleição, desta vez pelo UKIP, e é esperado que vença.

O UKIP trata-se de um partido eurocéptico e anti-imigração que tem ganho mais destaque no Reino Unido. Nas eleições europeias deste Maio, posicionou-se como o primeiro partido em mais de um século a vencer umas eleições do Reino Unido inteiro, com 24 deputados eleitos para o Parlamento Europeu. Foi no condado de Essex, a que pertence Clacton-on-Sea, que o UKIP mais terreno ganhou nessas eleições.

O concelho local de Clacton-on-Sea, porém, convida Banksy a voltar: "Claro que acolheríamos um original de Bansky apropriado na nossa costa e ficaríamos encantados se ele voltasse de futuro," diz Nigel Brown, citado pela BBC.

Banksy é um artista de rua britânico que prefere ser identificado apenas pelo seu pseudónimo. Os seus trabalhos em stencil, que costumam ser satíricos e de natureza social e política, podem ser encontrados em várias cidades do mundo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG